Tomás Oliveira, o mais jovem nadador na Prova de Natação de Águas Abertas/8 kms

0
50
blank

A edição de 2017 da Prova de Natação de Águas Abertas/8 kms, entrará para a história do Festival Náutico e do CNH uma vez que contou com a presença de Tomás Oliveira, o atleta mais jovem a participar nesta competição.

O nadador do Clube Naval da Horta de 15 anos é um atleta “muito exigente e determinado”. Gosta de desafios e por isso pensou que “era bom tentar fazer a Travessia do Canal”.

Esta decisão foi de imediato incentivada pela sua atual Treinadora de Natação, Sílvia Mendonça e pelo ex-treinador, Lúcio Rodrigues e contou ainda com o apoio do pai e o receio da mãe.

O jovem estava consciente que tinha treinado o “suficiente”, e não tinha dúvidas que “estava preparado”, no entanto as águas vivas e as caravelas apresentavam-se como o seu grande receio, chegando mesmo a avistar duas águas vivas durante o percurso.

A caminho começaram a sentir-se as habituais cãibras e frio, tendo até pensado em desistir, mas o apoio de Lúcio Rodrigues no barco deram-lhe forças para chegar ao fim. “Foi uma surpresa ele ter aparecido ali e, ao começar a puxar por mim, motivou-me. Fiz questão de acabar o percurso, pois queria que ele se sentisse orgulhoso de mim. Além disso, deu-me umas dicas técnicas e táticas e isso ajudou-me bastante”.

No final da prova, o “herói” do dia revelou que só lhe apetecia descansar e, ao chegar, deitou-se na rampa junto ao Portão de Porto Pim. Tomás Oliveira nadou durante 3 horas e 19 minutos.

O atleta afirma que “foi duro” pois “era um percurso longo, com um tempo difícil” e o mar não estava a ajudar. Por outro lado, o nadador revela que  quando foi anunciado que seria o percurso Porto Pim/Feteira/Porto Pim, sentiu-se “mais confiante”, até porque já havia tomado banho ali várias vezes e “conhecia razoavelmente aquela zona”.

Felizmente tudo acabou bem e Tomás considera que “valeu a pena o esforço”, que pode ser visto como mais um elemento de peso para o seu currículo. Relativamente ao futuro, o atleta tem a certeza que “será algo relacionado com o desporto”.

De salientar ainda que no passado dia 5 de Agosto, no decorrer da cerimónia de entrega de prémios aos vencedores da Prova de Natação, este atleta foi distinguido com um Prémio, por ter sido o mais jovem participante a realizar a proeza de nadar cerca de 9 kms.

Na ocasião, Tomás Oliveira, agradeceu a toda a gente que o apoiou neste desafio, destacando os pais, avós, colegas, amigos e o Clube Naval da Horta. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO