Última etapa do acordo comercial anima Wall Street no dia em que a banca apresenta mais resultados

0
7
Na frente comercial, a Reuters noticiou que o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, revelou que as negociações com a China estão próximas da fase final. A agência de notícias também deu conta que os norte-americanos exigiram que a China refute os subsídios industriais, uma condição para que o acordo seja alcançado.

Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque iniciaram a semana com ganhos. O sentimento dos investidores está em alta, suportado pelas notícias que dão conta do progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China. Esta segunda-feira, outros grandes bancos norte-americanos vão divulgar resultados depois do JP Morgan ter apresentado bons resultados na semana passada.

Esta segunda-feira, o S&P 500 iniciou a subir 0,66%, para 2.907,41 pontos; o tecnológico Nasdaq acumula 0,44%, para 7.628,15 pontos; e o industrial Dow Jones avança 1,03%, para 26.412,30 pontos.

Na banca, as ações do Goldman Sachs, que apresenta resultados depois da sessão de hoje, estão a subir 2,47% para 207,84 dólares. O Citigroup também vai apresentar resultados mais logo.

Em consequência, a Boeing, a maior exportadora norte-americana para o mercado chinês, está a subir mais de 2%, para 379,64 dólares.

Nas matérias-primas, o preço do petróleo está a descer. Em Londres, o Brent, referência para o mercado europeu, está a cair 0,59%, para 71,13 dólares, enquanto o West Texas Intermediate, nos EUA, desce 0,64%, para 63,48 dólares.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO