Unânime Praiense e Genuíno Madruga em “caravana cultural açoriana” no Brasil e no Uruguai

0
5

A Sociedade Filarmónica Unânime Praiense parte quinta-feira, dia 25 de Outubro, para uma viagem ao Brasil e ao Uruguai. A comitiva integra não apenas a banda praiense mas também Genuíno Madruga, que irá promover o livro O Mundo que Eu Vi naqueles países. Também a biografia de Manuel de Arriaga, da autoria de Joana Freitas, assim como a obra Já Não Vem Ninguém, de Sidónio Bettencourt, serão apresentadas. Trata-se de uma “caravana cultural açoriana”, que para além da música e da literatura leva também o artesanato açoriano, mais concretamente o bordado em palha sobre tule, até àqueles países do continente americano, assim como uma exposição de fotografia. No total, a comitiva integra 68 pessoas.

No Uruguai, esta comitiva marcará presença nas comemorações dos 250 anos da chegada dos açorianos a San Carlos, cidade onde a Unânime fará o seu primeiro concerto desta digressão. Maldonado, Montevideo e Colonia de Sacramento são as restantes cidades uruguaias que serão visitadas.

No Brasil, a comitiva estará em várias cidades do Rio Grande do Sul, com destaque para Porto Alegre, onde será assinado o projecto de geminação entre a Horta e aquela cidade brasileira. Nesse sentido, importa referir que a comitiva integra também João castro, presidente da Câmara Municipal da Horta.

Recorde-se que a Sociedade Filarmónica Unânime Praiense trabalha há largos meses para esta deslocação, tendo realizado várias actividades para angariação de fundos. 

A comitiva regressa ao Faial a 12 de Novembro.





O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO