Uns toques de NONAGON com um olhar guloso dos chinchorros e ainda um cheirinho de alert4you

0
13
Ricardo Madruga da Costa
DR/TI

Num tempo em que a contagem do número das universidades portuguesas não necessitava da totalidade dos dedos de uma mão, circulava uma historieta sobre um Professor de uma delas que não seria muito pachorrento para a leitura dos testes dos alunos. Contava-se então que o dito, chegado ao quarto de cama, atirava os testes ao ar e os que caíssem sobre a cama estavam “safos”. Histórias… Isto para dizer que a leitura de um diário deste dia 31 de Março, trouxe-me à memória aquela papelada toda a esvoaçar pelos ares do respeitável dormitório. Ao passar vagarosamente as páginas do dito periódico – estou a referir-me apenas à edição de um dia – e ao imaginar a trabalheira que alguém terá tido para seleccionar o que entenderia ser o interesse dos leitores – sem perder de vista os nobres princípios lavrados no Estatuto Editorial da publicação! – deu-me para imaginar que no meio da tralha toda que anda a circular por aí na comunicação social nacional, só mesmo atirando ao ar!

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura