Vasco Cordeiro recebe Ministro do Mar

0
15

O Presidente do Governo recebeu hoje, em Ponta Delgada, o Ministro do Mar, um encontro que serviu para analisar várias matérias de interesse para a Região, caso do Observatório do Mar e da instalação de radares meteorológicos nos três grupos do arquipélago.

“Estou confiante nos resultados deste encontro. Sobretudo, em áreas essenciais que estão na tutela do senhor Ministro do Mar e que são particularmente relevantes para a nossa Região”, afirmou Vasco Cordeiro.

Após o encontro com Ricardo Serrão Santos, o Presidente do Governo adiantou que, no que concerne ao Observatório do Atlântico, trata-se de um “processo que está a avançar no sentido de congregar vontades e fomentar parcerias, que possam afirmar e reforçar ainda mais o papel e a importância dos Açores no que tem a ver com a investigação, com o conhecimento e com a ciência relativa ao Atlântico”.

Relativamente aos radares meteorológicos, Vasco Cordeiro sublinhou que, no caso da ilha Terceira, prevê-se que este equipamento entre em funcionamento em breve.

“No caso da ilha de São Miguel, está já pronto o projeto, avançando-se naqueles que são os passos subsequentes para concretizar este investimento. No caso das Flores, também já se iniciou este trabalho, que prosseguirá com as questões relativas à localização e a todo o projeto de instalação desse radar”, avançou.

“Este é um investimento que o Governo da República tem concretizado na nossa Região e que é de importância fundamental para os Açores e para a segurança dos Açorianos”, salientou ainda o Presidente do Governo.

O sector das Pescas foi outro dos assuntos em análise neste encontro, não apenas no âmbito do atual quadro comunitário, que está em execução e que se aproxima da sua conclusão, mas também naquilo que são as perspetivas que se colocam em relação à Presidência Portuguesa da União Europeia, referiu.

“Estou bastante confiante nos resultados deste encontro, desta visita que o senhor Ministro do Mar realiza aqui aos Açores e deste trabalho de parceria que tem sido desenvolvido entre a Região e a República, relativamente às questões de investigação do conhecimento e, também, das Pescas”, concluiu o Presidente do Governo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO