Vereadores Socialistas associam-se à apresentação da candidatura de Ponta Delgada a Capital Europeia da Cultura

0
34
DR/PS
DR/PS

Os Vereadores do Partido Socialista à Câmara Municipal de Ponta Delgada associaram-se este fim-de-semana ao movimento cívico de promoção dos Açores, que, através do maior concelho da Região, pretende apresentar uma candidatura à Capital Europeia da Cultura.

Vítor Fraga, que falava à margem da visita ao espaço VAGA, da associação cultural Anda & Fala, sublinhava a importância do contributo do movimento para o desenvolvimento da apresentação deste projeto, ao permitir, desde logo, “reverter a decisão da Câmara Municipal em não concorrer à apresentação da candidatura de Ponta Delgada a Capital Europeia da Cultura”.

Um processo que do ponto de vista da Câmara Municipal, e na opinião dos Socialistas eleitos à maior autarquia da Região, tem sido “sinuoso, com objeções, hesitações e algumas contradições”, mas que não deixa de ser curioso que “no dia em que é tornado público a existência deste movimento, coincidentemente, a Câmara Municipal anuncie a preparação da candidatura”.

Defendendo o envolvimento e a participação de todos na apresentação desta candidatura, o Vereador Socialista ressalvou que “esta é uma situação que nós apoiamos, porque entendemos que ela pode assumir um papel dinamizador da cidade e do concelho de Ponta Delgada, servindo inclusivamente como grande motivo de transformação da cidade, ao quebrar este aspeto amorfo que a gestão autárquica de 28 anos do PSD tem trazido para a nossa cidade e para o concelho”, afirmou, acrescentando ainda que este projeto pode contribuir como “força dinamizadora de desenvolvimento”, não só do ponto de vista cultural, mas também de forma transversal a todos os setores de atividade.

Na ocasião, os Vereadores Socialistas felicitaram ainda a associação Anda & Fala pela criação do espaço VAGA: “um espaço que já fazia falta em Ponta Delgada, e que vem posicionar a cidade a nível cultural numa situação bem distinta daquela que tem sido até ao momento, contribuindo para a democratização da produção, mas também da divulgação cultural, ao mesmo tempo que assume um importante papel do ponto de vista educacional”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO