Violência no Namoro é tema de Campanha Regional

0
13

A Campanha Regional de Prevenção da Violência no Namoro decorreu na semana passada e o Pólo Operacional de Apoio Integrado à Mulher em Situação de Risco do Faial realizou diversas atividades alusivas a este tema, que o Tribuna das Ilhas acompanhou.

Este pólo é composto pela Divisão de Ação Social do Faial, UMAR, PSP Comando da Horta e Direção Geral de Reinserção Social da Horta.

Na tarde da passada sexta feira, o TI marcou presença no concurso de vídeos alusivos à Violência no Namoro, que se realizou na Escola Profissional da Horta. Comemorando desta forma o Dia dos Namorados. Quatro grupos de formandos desta instituição apresentaram a sua visão acerca desta temática.

Raquel Gomes, jurista da UMAR na ilha do Faial, afirmou que esta ação pretende fazer com que os jovens pensam acerca da violência no namoro e verificar se as ações de sensibilização realizadas estão a dar os seus proveitos.

“Até agora temos feito muita sensibilização e continuamos a fazer, mas desta forma conseguimos perceber o que vai na ideia deles. É muito melhor serem eles a falar sobre o tema e a exemplificarem num trabalho prático”, explicou.

A jurista realçou ainda a importância desta campanha, como meio de sensibilizar, alertar e sobretudo de prevenir atos de violência em futuras relações.

“Já temos mesmo situações em que vêm falar connosco posteriormente e isto aconteceu já esta semana, para saberem mais informações, de onde se podiam dirigir e com quem podiam falar. Porque apesar de tanta sensibilização, mesmo a nível televisivo, ainda há muitos que não saibem a quem recorrer. A função desta campanha é mesmo essa”, sublinhou.

Quanto ao número de casos de violência no namoro declarados à UMAR, Raquel Gomes garantiu existir muitos e revelou que a taxa de sucesso no acompanhamento desses casos tem sido positiva.

Fazendo o balanço da iniciativa, a jurista da UMAR considera que a adesão foi boa e o que feedback tem sido ótimo.

Paralelamente a esta ação decorreu ainda um peddy papper com alunos da Escola Básica e Integrada da Horta, ações de sensibilização na Escola Secundária Manuel de Arriaga e no Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil, e distribuição de individuais de refeição nas cantinas das escolas sobre a temática da violência no namoro.

No próximo dia 25 de fevereiro fica-se a saber os resultados deste concurso que tem como prémio um jantar no restaurante Aldina.