WEBINAR DEBATEU FUTURO DO TURISMO RURAL

0
24

O ‘Futuro do Turismo Rural na Ilha do Pico-Capital do Turismo Rural’ foi o tema em debate no primeiro Webinar promovido pela Associação Portuguesa de Turismo Rural.
No seminário online os participantes mostraram confiança no potencial turístico da ilha do Pico associado à natureza para relançar a atividade e louvaram o programa ‘Viver os Açores’ criado pelo Governo Regional, admitindo que pode ser a tábua de salvação para as empresas de turismo.
Em tempo de pandemia e de retração da atividade turística o representante da Câmara Municipal de São Roque do Pico no seminário reforçou a importância do ecoturismo para a promoção da marca ‘Capital do Turismo Rural do Pico’ e mostrou confiança no futuro. Apesar dos constrangimentos provocados pela Covid-19, Daniel Assunção assumiu que a época alta “não está totalmente perdida”, enaltecendo a atividade dinamizada por alguns empresários e o programa ‘Viver os Açores’ para a promoção do turismo interno.
No encontro, Benedita Simas admitiu que “dificilmente este será um ano de turismo brilhante”, mas tem “fé” que ainda seja possível colmatar prejuízos numa altura em que o arquipélago dos Açores está classificado como uma zona ‘Clean & Safe’. A sócia do empreendimento ‘Lava Homes’, olha, também, com esperança para o turismo interno, assumindo que pode ser “determinante” para atenuar os prejuízos.
Filipe Ferreira, proprietário da empresa de animação turística terrestre ‘Terra Alta’, reconheceu que o futuro da animação turística é uma “incógnita”, sendo difícil fazer previsões sobre o que irá acontecer em termos de atividade ao longo do verão, numa altura em que “timidamente” começam a surgir algumas marcações depois de muitos cancelamentos.
Miguel Chu, proprietário da empresa de animação turística marítima ‘Aqua Açores’, admitiu por seu turno que o setor ligado ao turismo está com dificuldades de liquidez e receia que seja possível manter a totalidade da estrutura da empresa, caso o atual cenário de cancelamentos de reservas não se altere nos próximos meses.
No Webinar participou igualmente o diretor do Museu do Pico. Manuel Costa explicou a estratégia programada para as unidades museológicas sob a tutela do Museu do Pico, apelando ao Governo Regional para que faça uma gestão da situação de pandemia “muito cautelosa, prudente, sensata e com algumas doses de coragem para se tentar reabilitar a economia”.
São Roque do Pico detém desde 2013 a marca ‘Capital de Turismo Rural’, que tem servido de suporte a todas as atividades turísticas, permitindo dar a conhecer o melhor que o concelho tem ao nível do alojamento rural, gastronomia, paisagens e locais para momentos de descontração e lazer.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO