2021 em Revista

0
32

As milagrosas 00h00 de 1 de janeiro de cada ano são um lugar mítico e especial, onde residem todas as esperanças e expectativas, os quilos perdidos e as concretizações frustradas do ano anterior. Antes de mais, o Tribuna das Ilhas faz uma resenha das principais notícias das nossas 51 edições de 2021.

Ano novo vida nova. Em inícios de 2021 o Tribuna das Ilhas sentiu o mesmo na sua estrutura: mudaram os corpos sociais da Cooperativa IAIC e no final de janeiro Jorge Costa Pereira surge como o novo diretor do jornal.

Esteve patente na Biblioteca Pública a exposição de Arte Sacra da igreja de São Francisco, que redespertou os faialenses para o estado de conservação das peças e da estrutura. A meados de janeiro o povo faialense sofreu grande perda, com o falecimento de José Bagaço. A 24 de janeiro, nas Eleições Presidenciais, Marcelo Rebelo de Sousa venceu no país e arrasou no Faial, conquistando 69,8% dos votos.

Poucos minutos depois das 15h00 de 4 de fevereiro foram vacinados os primeiros faialenses contra a covid19. Desde 20 de dezembro que contávamos com o Laboratório de Biologia Molecular do Faial, que facilitou a testagem e resultados.
O FC Flamengos venceu o Campeonato da Associação de Futebol da Horta (AFH) 2020/2021.

Em fevereiro, José Leonardo Silva inaugurou a requalificada Praça do Infante, apresentou a 2.ª fase da Frente Mar e publicámos a última grande entrevista ao ex-presidente da Câmara Municipal da Horta (CMH).

Foi neste mês que começámos as entrevistas aos 13 presidentes de junta do Faial, num trabalho de proximidade.

No 3.º mês do ano falámos da Bateria da Espalamaca. Na altura demos conta de uma candidatura a fundos europeus (EEA Grants) para recuperação da mesma, mas meses mais tarde veio a saber-se que a mesma não foi aprovada. Também em março foi notícia o facto do faialense Rui Terra poder vir a presidir à Portos dos Açores, o que se sucedeu em junho.
Neste mês Teresa Ribeiro assumiu a presidência do Conselho de Administração (CA) da Unidade de Saúde da Ilha do Faial (USIF); o projeto “Dar Sangue”, promovido por finalistas da Secundária Manuel de Arriaga, assinalou o Dia Nacional do Dador de Sangue e levou jovens a associarem-se à causa; Paula Decq Mota tornou-se coordenadora do PCP Faial e João Bettencourt foi eleito secretário coordenador do PS Faial.

No mês das águas mil abrimos com uma entrevista ao padre José Alvernaz, a qual não podíamos presumir ser a sua última.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO