A instrumentalização dos órgãos eleitos, ou um Chico espertismo de aproveitamento político

0
203
TI
TI

No dia 22 de Maio, o líder da comissão política do PSD, deputado regional, vereador da CMH e candidato derrotado à Câmara Municipal informou que, apesar de não ter conhecimentos técnicos, estava contra o projeto apresentado para intervenção no Porto da Horta.
Num comunicado, onde é também criticada a existência da terceira versão do projeto, resultado das sugestões apresentadas por entidades faialenses e aceites pelo Governo Regional, Carlos Ferreira assumiu ter dado instruções, para que as estruturas partidárias fizessem tudo o que estivesse ao seu alcance para adiar a execução da obra, há muito pretendida pela população faialense.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO