A observação de aves é uma arte que exige disciplina, paciência e um olhar aguçado

0
88
DR/MiratecArts
DR/MiratecArts

Descobrir, conhecer e acompanhar aves é uma atividade relaxante que desperta a consciência sobre a importância da preservação do meio ambiente. Nos últimos 4 anos, a MiratecArts tem vindo a incentivar para a arte do Birdwatching, a observação de aves, através da promoção do Azores Birdwatching Arts Festival.

O objetivo deste projeto é promover a prática da observação de aves e fomentá-la, de forma educativa, através da dinâmica criada por intermédio das artes. Em ano de pandemia, apenas um programa foi conseguido, “a saída de campo que exige disciplina, muita paciência e um olhar aguçado”, diz Terry Costa, o diretor artístico da associação cultural com sede no Pico. Observação & Expedição Fotográfica é o evento com o objetivo de conseguir as melhores imagens fotográficas dos mais raros animais que andam pelos nossos céus. O evento no sábado passado não ficou aquém dos anteriores, mesmo quando grande parte do dia os aventureiros andaram debaixo de bruma. As estrelas do dia, entre outras, foram o Guarda-rios-cintado (Megaceryle alcyon) conseguido por Olivier Coucelos e o Goraz (Nycticorax nycticorax) que Alba Villarroya captou a melhor foto.

Além da viagem pela natureza e paragens em sítios obrigatórios como a plataforma das Lajes do Pico e a zona da Barca da Madalena, o Centro de Reabilitação de Aves Selvagens no Pico também acolheu o grupo de participantes para uma visita guiada.

O tema da preservação do meio ambiente continua na programação da MiratecArts pelo inverno com a sétima edição do Montanha Pico Festival, a acontecer em janeiro, que arranca com mais uma expedição fotográfica, desta vez pela noite de 2 de janeiro. Os interessados têm que se registar via [email protected] para participar nestes eventos únicos e com lotação limitada.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO