Sede regional do Chega Açores vandalizada

0
25
DR/CHEGA
DR/CHEGA

Por: Chega Açores

Na passada noite de 19 de Dezembro de 2020, a Sede Regional do Partido Chega, nos Açores, foi vandalizada por desconhecidos. Este acto vil e gratuito acontece sem provocação e sem qualquer justificação para tal.

Não se compreende que numa sociedade democrática ainda possam existir pessoas capazes de tais atitudes antidemocráticas. Esta não foi uma situação isolada uma vez que durante a recente campanha eleitoral regional o Chega teve vários dos seus outdoors vandalizados com o mesmo grau de cobardia.

Mais uma vez se percebe que a democracia, para alguns, apenas funciona quando é comandada por estes ou serve os seus interesses corporativos e pessoais. Este ato de cobardia é o reflexo dos ódios que alguns nutrem pelo Chega. Na realidade isso é um ato de vandalismo sobre toda a sociedade, especialmente sobre aquela grande parte da sociedade que está farta de ser roubada, por figuras que se dizem políticos defensores do povo, mas que na realidade estão nos cargos apenas para defender os seus interesses pessoais. O povo não esquecerá estes e outros atos de cobardia, que já existiram e outros que vão existir.

Todos os danos serão reparados pelos dirigentes do Chega Açores que jamais se deixarão vergar ou intimidar por tais situações ou pessoas. O Chega veio para ficar e para ser a voz incomoda de todos quanto não conseguiam se manifestar, custe o que custar ao sistema e a muito boa gente que se julgavam donos dos Açores.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO