Acolhimento só com apoio governamental

0
28
blank

Câmara Municipal disponível para receber ucranianos se tiver apoio. Faialenses angariaram quase 2.000 euros e 10 toneladas de bens.

A Câmara Municipal da Horta não dispõe de “residências ou espaços disponíveis para acolher os refugiados da guerra da Ucrânia”. No entanto, em resposta ao Tribuna das Ilhas, dizem estar disponíveis “para colaborar com o Governo Regional dos Açores, a quem compete liderar este processo”.

“A 14 de março ocorreu um primeiro encontro de trabalho com diversas entidades de abrangência concelhia, no sentido de avaliar as disponibilidades conjuntas em matéria de alojamento, postos de trabalho e apoio familiar. Não dispondo assim a autarquia, à presente data, de residências ou espaços disponíveis para acolher refugiados, esta matéria sempre irá carecer de apoio governamental”, esclarecem.

A região tem capacidade para receber entre 250 e 500 ucranianos, avançou Artur Lima, vice-presidente do Governo Regional, a 14 deste mês.

Mesmo sem imóveis para acolher aqueles que fogem aos bombardeamentos e à destruição das suas vidas os faialenses e os açorianos têm-se unido e feito por ajudar na medida das suas possibilidades.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

SÁBADO HÁ NOVO CONCERTO SOLIDÁRIO

A CMH organiza um novo evento, “Faial Solidário – Concerto Pela Paz”, amanhã pelas 21h30 no Teatro Faial com atuação do Grupo Coral da Horta e da Orquestra de Música Ligeira. Além do preço do bilhete será entregue um envelope para, caso possam e assim o entendam, disponibilizar mais algum donativo.

Segundo a informação disponibilizada “a receita da bilheteira, assim como o valor angariado através dos respetivos donativos, será convertido totalmente em géneros alimentares”.