Açores reforçam cooperação na agricultura com Cabo Verde

0
13
DR

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, inicia sexta-feira, 15 de novembro, uma deslocação à ilha de Santiago, em Cabo Verde, durante a qual vai assinar um protocolo no âmbito de um projeto agrícola transnacional, reunir com o Ministro da Agricultura e Ambiente e visitar explorações agrícolas, iniciativas que visam fortalecer a cooperação entre os dois arquipélagos da Macaronésia.

O primeiro ato oficial desta deslocação será a assinatura do protocolo de parceria, no âmbito do projeto “Semear, Colher e Vender”, que, além do Governo dos Açores, envolve a ASDERP – Associação para o Desenvolvimento e Promoção Rural, a ARDE – Associação Regional para o Desenvolvimento, a Associação Agrícola de São Miguel (AASM), a Associação Comercial, Agrícola, Industrial e de Serviços de Santiago (ACAISA) e o Governo da República de Cabo Verde.

Este projeto transnacional, apoiado através do PRORURAL+, pretende reforçar as competências técnicas da agricultura cabo-verdiana, com o objetivo de passar da ótica da subsistência para uma agricultura de rendimento, que seja competitiva no mercado local e em nichos de mercados internacionais, com elevados níveis de segurança alimentar.

Caberá aos parceiros açorianos contribuir para a formação de cerca de duas centenas de agricultores cabo-verdianos e, ao mesmo tempo, fomentar a realização de trocas comerciais entre a Região Autónoma dos Açores e a República de Cabo Verde.

O primeiro dia da visita ficará também marcado pela audiência com o Ministro da Agricultura e Ambiente do Governo de Cabo Verde, Gilberto Silva, um momento que servirá para estreitar o relacionamento institucional e abordar futuras parcerias ao nível agrícola entre os Açores e Cabo Verde, designadamente na área agroalimentar.

Na ilha de Santiago, João Ponte terá ainda a oportunidade de visitar explorações agrícolas.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas será acompanhado nesta visita pelo Presidente da ASDERP, Carlos Ávila, pelo membro da Direção da ARDE, João Medeiros, e pelo vogal do Conselho de Administração da AASM, Valter Melo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO