AD “vigilante” perante “pulsões centralistas da República” no campo espacial

0
27
blank

O cabeça de lista da AD/Aliança Democrática (PSD/CDS-PP/PPM) às eleições legislativas nacionais, Paulo Moniz, garantiu que os deputados eleitos pela coligação estarão “vigilantes” perante “pulsões centralistas” que visem retirar competências à Região no regime jurídico das atividades espaciais.

“Os deputados eleitos pelos Açores nas listas da AD/Aliança Democrática estarão vigilantes a quaisquer tentativas de retirar competências à Região. Cremos que estas pulsões centralistas em relação ao regime jurídico das atividades espaciais repetir-se caso haja um governo do Partido Socialista na República”, afirmou o candidato da AD/Aliança Democrática, no final de uma visita ao Teleporto Espacial da ilha de Santa Maria, que inclui a Estação de Rastreio de Satélites.

Paulo Moniz lembrou que o Governo da República do Partido Socialista tentou recentemente “esvaziar totalmente as competências da Região em matéria aeroespacial”, tendo considerado fundamental estar “atento” a novas tentativas neste âmbito.

“O que se espera de um Governo da República é que seja sensível e cooperante, mas respeitador da Autonomia dos Açores. Devem ser os Açores e os açorianos donos e principais beneficiários da aposta atividades espaciais”, salientou.

O candidato da AD/Aliança Democrática sublinhou “a importância para a ilha de Santa Maria e para os Açores do ‘cluster’ ligado ao Espaço, que está numa fase de crescimento”.

“Queremos reafirmar a importância do setor espacial para os Açores e para o futuro da economia regional. Acreditamos que as empresas açorianas também irão beneficiar desta aposta nas atividades espaciais”, afirmou Paulo Moniz.