AMÉRICA-FAIAL e o MAR

0
23
DR

DR

É que das nove ilhas, o Faial é, sem dúvida, a mais bafejada por uma privilegiada situação geográfica e assaz estratégica. Assim o terá pensado a aristocrata Família Dabney, não deixando, porém, de se fascinar pela baía da Horta, das mais belas do mundo, e também pelo conjunto das ilhas do Triângulo.

 

Após o primeiro consulado Americano nos Açores, iniciado na Horta onde a Família de Charles Dabney permaneceu cem anos, uma Encarregada dos Negócios da Embaixada da América em Lisboa veio ao Faial!
Herro Mustafa, assim se chama a ilustre personalidade, sendo a primeira vez que vem à nossa Ilha, embora já tenha repetido vinda aos Açores, ou melhor, às ilhas de São Miguel e Terceira quiçá por maior interesse comercial.
Duma forma ou outra, é caso para se dizer: à terceira foi de vez, e parece até nem estar arrependida.
É que das nove ilhas, o Faial é, sem dúvida, a mais bafejada por uma privilegiada situação geográfica e assaz estratégica.
Assim o terá pensado a aristocrata Família Dabney, não deixando, porém, de se fascinar pela baía da Horta, das mais belas do mundo, e também pelo conjunto das ilhas do Triângulo.
Pela óptima cobertura do Tribuna ao encontro entre Herro Mustafa e Ana Luis, Presidente da Assembleia Legislativa que é a Casa da Autonomia, aliás bem viva, nanja museu, não vamos entrar em pormenores, por já conhecidos do leitor.
Mas é de salientar a intenção manifestada pela Encarregada dos Negócios da Embaixada Americana, em voltar ao Faial para falar das coisas do Mar, facto bem evidente das excelentes condições que a nossa Ilha oferece à grande Nação.
Por sinal, a visita em apreço surge em altura certa, isto é, quando a Horta começa a ser vista com olhos de ver pela Governança rosa, mas ainda com algum medo.
O caso da Escola do Mar em que, no lançamento da primeira pedra, o líder socialista foi avisando de que era apenas para o Ensino Médio, uma coisa a correr parelhas com a meia Faculdade do DOP, embora seja Departamento da UAç com grande prestígio internacional.
Todavia, sem reticências, foi a nomeação de Rui Menezes, após um jejum da Horta no Governo, e desta feita na Secretaria Regional do Mar, continuando na Direção afim Filipe Porteiro, ambos faialenses da nova geração.
Concluindo: o histórico encontro de Herro Mustafa e Ana Luís não deixará de fazer pensar Vasco Cordeiro! 

à margem

Segundo recente notícia, a micaelense Ana Cunha tomou posse de Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas, substituindo o corvino Vitor Fraga que será o candidato socialista à Câmara Municipal de Ponta Delgada. Aliás, um presente (envenenado) destinado a camarada que passa a “persona non grata”. E, no caso, também para os faialenses, jamais esquecendo a infeliz reacção à escolha da Horta para sede da Empresa surgida da fusão da Transmaçor e da Atlanticoline, aprovada pela Assembleia Legislativa Regional.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO