Anticiclone regressa a Santa Maria para uma 2ª edição de residência artística

0
17

ANTICICLONE – Residência artística aberta à comunidade regressa à ilha de Santa Maria entre 19 e 23 de Outubro

O Anticiclone regressa a Santa Maria entre 19 e 23 de outubro, para uma 2ª edição de residência artística aberta à comunidade. Desta vez, o projeto convidado Cordel, com João Pires, Edu Mundo, Ivo Costa e Francesco Valente, é desafiado a partilhar experiências e conhecimento através de palestras, workshops, jam sessions e concertos.

Este evento de entrada livre e gratuita, procura promover a música e a atividade cultural na ilha de Santa Maria, junto da população artística e comunidade em geral, num intercâmbio que passa também por mostras tradicionais.

Para participar no Anticiclone, basta inscrever-se em: https://forms.gle/kSUh1pUdfT58wRCb6. Pode também dirigir-se à Biblioteca Municipal de Vila do Porto nos dias úteis das 09 às 17h, ou por telefone: 296 883 438.

Nesta edição, a tradição volta a marcar presença no Anticiclone com mostras, onde a cultura mariense se dá a conhecer aos artistas convidados e audiência, dando especial destaque à viola da terra. Também conhecida por “viola de 12 cordas” e “viola de dois corações”, eterniza a cultura açoriana com a sua sonoridade peculiar dos cantares festivos, desgarradas, desafios e despiques.

É o Grupo Folclórico da Casa de Povo de Santo Espírito que dá relevo à tradição mariense no Anticiclone com danças e cantares característicos da ilha de Santa Maria. Engengroaldenga é outro dos projetos convidados a este intercâmbio cultural, que nasce pelas mãos de Alexandre Fontes e Rui Resendes. Os jovens, naturais da ilha de Santa Maria, procuram uma viagem contemporânea e alternativa à viola da terra, oferecendo uma nova roupagem e linguagem sem romper com a tradição.

“Quer-se que o Anticiclone traga ventos de inspiração, que passam pela beleza da nossa ilha, pela nossa tradição e pelas nossas gentes.” Diz Isabel Mesquita, promotora do evento que contorna a forte sazonalidade turística e pretende alargar a presença de Santa Maria no mapa cultural português.

O Anticiclone teve a sua primeira edição em 2019, onde artistas como Yami Aloelela, José Barros, Gonçalo Sousa e Iúri Oliveira partilharam os seus conhecimentos, proporcionando uma verdadeira experiência e envolvência musical com a comunidade.

Com o apoio do Governo dos Açores, Município de Vila do Porto, Villa Natura, Biblioteca Municipal de Vila do Porto, J. Costa & Filhos, Escravos da Cadeínha, Sunbeach Rent a Car e A Cagarrita.

Fonte: Anticiclone

Programa

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO