BE defende apoios plurianuais para associações de bem-estar animal

0
12

Numa visita à AFAMA, a candidata do Bloco à Câmara Municipal da Horta afirmou que as entidades coletivas de bem-estar animal assumem funções da responsabilidade da autarquia e estão a prestar um serviço público que alivia o município do cumprimento dessas tarefas. Aurora Ribeiro defende que um apoio plurianual seria uma forma simples e direta de reconhecer as necessidades permanentes no terreno e a continuidade do trabalho destas associações.

Aurora Ribeiro reconhece que o apoio às associações de bem-estar animal da ilha têm vindo a crescer nos últimos anos, permitindo que algumas responsabilidades da autarquia no âmbito do bem-estar animal como o acolhimento, esterilização, tratamento e acompanhamento clínico de animais, promoção do seu bem-estar e da sua adoção, sejam cumpridas de forma mais célere e com menos encargos para o município.

No entanto, o facto de os apoios serem atribuídos para um ano apenas, cria entraves na planificação a médio prazo e traz instabilidade na gestão do projeto associativo. A candidata considera urgente reconhecer o caráter permanente das necessidades que os animais atravessam no concelho e dar valor à continuidade do trabalho das associações que estão no terreno, fazendo protocolos para dois, três ou mesmo quatro anos, pois mesmo que a verba não seja toda atribuída de uma vez, pelo menos as associações já sabem com o que poderão contar.

Ainda em matéria de bem-estar animal, Isabel Lacerda, candidata à Junta de Freguesia da Matriz frisou o papel das juntas de freguesia na promoção do recenseamento de animais de estimação, através de campanhas de colocação de microchips gratuito

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO