Berta Cabral alerta para escassez de pessoal do SEF na Terceira e Faial

0
32
DR/PSD-Açores
A deputada do PSD/Açores na Assembleia da República, Berta Cabral, alertou hoje para o défice de recursos humanos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) na Região, especialmente na Terceira e Faial, apesar de se ter registado um aumento do número de cidadãos sujeitos a controlo no arquipélago.
“Na Terceira e Faial há menos inspetores e técnicos administrativos do que aquilo que é necessário para as necessidades do SEF. Há um défice de recursos humanos, atendendo ao facto de, em todas as ilhas em que o SEF atua, o número de cidadãos estrangeiros, nomeadamente turistas, sujeitos a controlo de fronteiras ter mais do que duplicado”, afirmou a social-democrata, em declarações aos jornalistas.
Berta Cabral, que reuniu com Direção Regional dos Açores do SEF, salientou que “não entrou ninguém” no concurso para a contratação de técnicos administrativos na Terceira e Faial, enquanto que o número de inspetores é igualmente insuficiente.
“A delegação do SEF na Terceira mantém o mesmo número de inspetores que em 2015. Na delegação do Faial há hoje menos um inspetor do que havia há quatro anos”, sublinhou.
A deputada do PSD/Açores na Assembleia da República acrescentou que o Governo da República deveria ter em conta as necessidades de pessoal e modernização de equipamentos do SEF nos Açores, “e não apenas das delegações de Lisboa, Funchal e Faro, como já foi anunciado pelo Ministro da Administração Interna”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO