BREVES

0
7
DR
DR

Dia Municipal do Bombeiro – Comemorações arrancam com a parada em frente ao Teatro Faialense

No próximo dia 16 de maio assinala-se o XIX Dia Municipal do Bombeiro.
As cerimónias comemorativas, organizadas pela Câmara Municipal da Horta e pelo Centro Municipal de Operações de Emergência e Proteção Civil, arrancam pelas 20h15 de domingo, com a parada na Alameda Barão de Roches.
A sessão solene acontece de seguida, no Teatro Faialense.

Sociedade – Cartão de Cidadão passa a ser renovado automaticamente e entregue em casa

Desde a semana passada que os cidadãos portugueses com 25 anos ou mais passaram a ter à sua disposição a renovação automática do Cartão de Cidadão (CC).
Os cidadãos que não necessitem de alterar o nome, assinatura, fotografia, morada ou contactos, passam a receber em casa a carta PIN com os códigos do seu novo cartão e uma referência multibanco para pagamento da renovação que é remetida pelo correio para a morada de residência 60 dias antes do fim da validade.
Depois, basta efetuar o pagamento da referência multibanco no prazo indicado para receber o novo cartão em casa, que, por razões de segurança, é entregue exclusivamente ao próprio titular.
Esta iniciativa resulta do trabalho conjunto das áreas governativas da Justiça e da Modernização do Estado e da Administração Pública, com vista a evitar que os cidadãos tenham que se deslocar a um balcão de atendimento para renovar e levantar o cartão, contribuindo desta forma para a criação de mais vagas no atendimento presencial para os cidadãos.

Efeméride – Comando Regional da Polícia de Segurança Pública dos Açores assinala 22.º aniversário

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública (PSP) dos Açores celebrou no passado dia 9 de maio o seu 22.º aniversário.
Numa mensagem com vista a assinalar esta data, o superintendente Luís Viana destacou os êxitos e os desafios que se colocaram à PSP neste último ano no cumprimento da sua ação de manter a ordem e a tranquilidade pública das populações.
Apontando a pandemia como o maior desafio, que obrigou a constantes mudanças de procedimentos e de paradigmas, em resultado das sucessivas alterações do quadro legal em vigor, Luís Viana considerou a missão cumprida, realçando o “grande empenho, esforço, determinação e espírito de sacrifício, necessários para dar uma resposta cabal às exigências que o cumprimento da missão exigiu”.
O responsável pelo segurança policial nos Açores enumerou ainda algumas das alterações internas, que se verificaram quer nas estruturas, quer nas metodologias de trabalho, quer nos processos produtivos, tanto na dimensão operacional, como na dimensão administrativa, que resultaram na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população açoriana.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO