BREVES

0
13
DR
DR

Autárquicas 2021

José Leonardo Silva anuncia recandidatura

O socialista José Leonardo Silva, atual presidente da Câmara Municipal da Horta, anunciou, no passado fim-de-semana, a sua recandidatura a um terceiro mandato nas próximas autárquicas.
O anúncio, que decorreu no Largo do Infante, surge sem surpresas, com o candidato a fazer uma leitura positiva do trabalho desenvolvido nos últimos anos, e a garantir uma defesa do Faial “de forma independente, sem agendas escondidas e muito menos sem negócios partidários na sombra”.
José Leonardo focou-se no mandato que está a terminar para evocar as intempéries, com destaque para o furacão Lorenzo, e a pandemia de Covid-19 como os grandes desafios, para os quais, garante, nunca baixou os braços.
“Tenho comigo gente competente nas suas áreas, das nossas freguesias, que vão representar a minha candidatura”, referiu, sugerindo ainda que as listas do PS no Faial farão uma clara aposta nos jovens .

Autonomia

Comissão eventual de aprofundamento já iniciou os trabalhos

Os trabalhos da Comissão de Aprofundamento da Autonomia, criada pelo Parlamento dos Açores no início da presente Legislatura, com vista à reforma da Autonomia, arrancaram na passada semana com a definição de um conjunto de procedimentos, assim como do calendário que culminará com a apresentação do relatório final, que se prevê estar concluído no início do próximo ano.
Os trabalhos serão organizados em três momentos, sendo que o primeiro se prende com a análise e avaliação de toda a documentação produzida pela sua antecessora – Comissão Eventual para a Reforma da Autonomia (CEVERA) – e com a elencagem de eventuais questões novas que estejam para além desse trabalho já realizado.
Segundo nota da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, esta fase “visa possibilitar a cada um dos partidos políticos representados na Comissão uma pronúncia sobre as matérias já abordadas pela CEVERA, quer no sentido de confirmação de posições já expressas, quer, eventualmente, de novos entendimentos”.
Este primeiro momento, deverá ficar concluído antes do final deste ano, altura em que se dará início ao segundo momento, dedicado à consensualização de posições entre os vários partidos.
Já a terceira fase será dedicada à redação final das propostas e relatório que a Comissão tem a incumbência de apresentar ao Plenário, estimando-se que a mesma decorra nos primeiros meses do próximo ano.
A Comissão Eventual para o Aprofundamento da Autonomia foi criada a 23 de março do corrente ano , é composta por 13 deputados, sendo quatro do PS, três do PSD, um do CDS/PP, um do CHEGA, um do BE, um do PPM, um do IL e um do PAN. A Mesa da Comissão é composta por Vasco Cordeiro (PS), Presidente; Ana Luísa Luís (PS), Relatora; e Sabrina Furtado (PSD), Secretária.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO