CARTAS DE UM JOVEM IRREQUIETO | Inconformidade

0
111
blank
Miguel Duarte site

Será possível ser inconformado no nosso sistema, não se render aos vícios da política, mostrar a outra face, ou é um pecado demasiado grande? A vontade de servir a causa pública de forma diferente é possível? Ou a rendição ao sistema é a única solução para alcançar a mudança, porque, no fim do dia, ninguém se alimenta de vento, de sonhos e ideias? E se constrangimentos internos já não são suficientes, temos outros conjuntos de forças externas que condicionam a implementação e o sucesso de qualquer ideia divergente. Onde encontrar motivação reformista e progressista, num sistema que premeia a conformidade?

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!