Casa de Infância de Santo António recolheu 38 mil pilhas no ano letivo passado

0
18

A Casa de Infância de Santo António (CISA) classificou-se em segundo lugar no concurso de âmbito nacional “Pilhão vai à Escola”, que premeia os estabelecimentos de ensino pela recolha de pilhas e baterias usadas. Como resultado desta prestação, a CISA recebeu dois computadores, que foram entregues esta terça-feira por Eurico Cordeiro, diretor-geral da Ecopilhas, empresa responsável pelo concurso, numa cerimónia que contou ainda com a presença de Hugo Pacheco, presidente do Conselho de Administração da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores.

A CISA recolheu 38 mil pilhas, tendo sido, de entre as cerca de 1600 escolas participantes, a segunda que mais recolheu. No entanto, Eurico Cordeiro chamou a atenção para o facto de, atendendo à dimensão da ilha do Faial, a CISA ter sido a escola que mais pilhas recolheu por habitante. Considerando que cada pessoa consome, em média, 10 pilhas por ano, o responsável concluiu que esta comunidade escolar conseguiu recolher cerca de 25% das pilhas consumidas pelos faialenses no ano em questão. Para Eurico Cordeiro, trata-se de um “resultado brilhante”, alcançado em grande parte graças às professoras da instituição: “a grande dinâmica começa nas professoras e só depois se estende aos pais e às crianças”, considerou.

O responsável da Ecopilhas salientou que as pilhas usadas são uma das grandes preocupações, já que são facilmente atiradas para o lixo comum, no entanto possuem componentes, como o mercúrio ou o chumbo, extramente prejudiciais para o ambiente.

Para Rosa Dart, presidente da Direção da CISA, esta distinção é mais um motivo de orgulho e vem mostrar que o esforço colocado na educação ambiental das crianças da instituição está a dar frutos. Aos mais novos, a responsável pediu empenho para mais um ano de recolha, apontando como objetivo para este ano letivo alcançar o primeiro lugar neste concurso.

Desde 2005, ano em que iniciou a recolha de pilhas e baterias usadas nos Açores, a Ecopilhas recuperou e reciclou mais de 2,5 milhões de unidades de unidades deste tipo de resíduo.

A Ecopilhas, Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores, é uma empresa sem fins lucrativos constituída pelos principais produtores e importadores de pilhas e acumuladores que operam no mercado português. Tem como função principal assegurar o funcionamento do Sistema Integrado de Pilhas e Acumuladores Usados, gerindo um conjunto de operações que asseguram a recolha seletiva, armazenagem temporária, triagem e reciclagem das pilhas e acumuladores portáteis e industriais usados.

Desde que entrou em funcionamento, em 2004, a Ecopilhas já assegurou a recolha e envio para reciclagem de mais de 150 milhões de pilhas e acumuladores portáteis.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!