CDS defende intervenção do Governo na defesa dos rendimentos dos lavradores

0
12

O candidato do CDS/PP de São Miguel às próximas eleições legislativas regionais, Nuno de
Bettencourt Gomes, acompanhado do mandatário, António Canotilho, e de outros membros da
candidatura, reuniu ontem com a direção da Associação Agrícola de São Miguel com o objetivo de
auscultar as reivindicações do setor, declarando à saída que «neste momento difícil que atravessa
o setor da agropecuária, com uma grave perda de rendimentos a afetar os produtores, acentuada
com a pandemia, importa reconhecer o seu papel primordial na economia de São Miguel e dos
Açores e defender que haja um intervenção mais proativa por parte do Governo Regional, nos
Açores e na União Europeia em defesa do setor. É essencial assegurar condições para que os
lavradores tenham melhores e mais justos rendimentos e que o seu esforço de modernização e de
gestão sustentável das suas explorações seja reconhecido e valorizado».
O candidato, referindo-se aos sucessivos abaixamentos do preço do leite à produção por parte da
indústria, defendeu a necessidade de o Governo Regional «reunir os representantes do setor à
mesa e definir medidas que apoiem a indústria e que salvaguardem um preço equilibrado e justo
no leite comprado ao produtor».
O candidato recordou ainda que «os nossos lavradores nunca pararam de trabalhar durante toda a
pandemia, cuidando dos seus animais e das suas explorações, para que tivéssemos sempre leite,
manteiga e queijo à nossa mesa, fornecendo com responsabilidade e de modo contínuo matéria
prima à indústria».
Nuno Gomes considerou ainda que «é essencial, no combate aos sucessivos abaixamentos do
preço do leite, encontrarem-se novos mercados de exportação para o melhor leite do mundo, mas
também apoiar a indústria na inovação e diversificação de produtos com a marca Açores,
valorizando a sua qualidade, em detrimento da quantidade».
O candidato do CDS alertou ainda para «a necessidade de os fundos da União Europeia que virão
para Portugal e para os Açores serem bem geridos, apoiando o setor agropecuário no seu todo,
contribuindo para a sua sustentabilidade e para a geração de melhores rendimentos para os
produtores e para a indústria».

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO