CDS quer rede de radares meteorológicos desde 2010

0
24
DR

Os candidatos do CDS pelo círculo eleitoral dos Açores às Eleições Legislativas visitaram, na tarde desta terça-feira, na Ilha Terceira, o local previsto para a instalação do Radar Meteorológico, na Serra de Santa Bárbara.

Rui Martins, cabeça de lista do CDS nos Açores, afirmou que “esta ação de campanha, no local do Radar de Santa Bárbara, ganha ainda maior importância quando a nossa Região está, mais uma vez, confrontada pela aproximação de um furacão e, mais uma vez, as infraestruturas de previsão meteorológica são instrumentos centrais na definição de um competente processo de combate e mitigação de danos”.

Para o candidato do CDS, “o partido tem um património político na reivindicação de uma rede de radares meteorológicos para a nossa Região. Há uma década que lutamos para que seja uma realidade. Em 2010, ainda este radar funcionava, o CDS propôs a instalação de radares nos grupos Ocidental e Oriental de forma a termos na Região uma rede de radares meteorológicos. Depois do inexplicável encerramento do radar de Santa Barbara, que deixou os Açores às escuras quanto à meteorologia como na altura denunciámos, o CDS insistiu na urgência de uma rede de radares e procurou soluções para a sua efetivação. Apresentámos na Assembleia Regional propostas para a sua concretização. Propusemos no Orçamento do Estado que fosse cabimentada verba de 1,5 M€, que foi chumbada, inexplicavelmente para os Açorianos, pelo PS e pelo BE. É inconcebível que a nossa região não tenha hoje uma rede de radares. Não é ultraperiferia. É abandono. É um abandono na proteção das pessoas e bens”.

Segundo Rui Martins, “o CDS exige a construção de um novo radar em Santa Barbara e não compreende a posição do Bloco de Esquerda que defende o aproveitamento das estruturas existentes deixadas pelos americanos. Isso é um desconhecimento total sobre a matéria e denota a importância que o BE dá à Rede de Radares. Nós somos diferentes. Nós queremos um novo radar. O CDS não quer o ´ferro-velho´ dos americanos como o Bloco de Esquerda propõe”.

Reafirmando a importância da instalação de uma rede de radares meteorológicos na Região, Rui Martins afirmou que “o CDS não aceita que se continue a tratar os interesses dos Açorianos como um assunto menor que se vai protelando apesar de sistematicamente anunciado”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO