Centenário: Dr. Tomás da Rosa Pereira Júnior

0
81
blank

Figura marcante da nossa vida cultural e social na segunda metade do século XX, o Dr. Tomás da Rosa foi professor do Liceu Nacional da Horta durante 36 anos.

Natural da ilha do Pico, onde nasceu a 20 de dezembro de 1921 – há precisamente 100 anos – no lugar de Santo António do Monte, freguesia da Candelária, Tomás da Rosa, após o ensino primário, foi para Macau tendo ingressado no Seminário de São José que frequentou durante vários anos chegando a completar o 2º ano do Curso de Teologia. Decidiu não dever ordenar-se sacerdote, motivo que o fez deslocar para Lisboa, onde na respetiva Universidade se licenciou em Filologia Clássica com a elevada classificação de 17 valores. Recusou o convite para assistente universitário – cargo que lhe teria possibilitado notável carreira académica – tendo optado pelo ensino liceal. Por este motivo, e para conseguir uma rápida colocação como professor efetivo, realizou, de 1950 a 1952, estágio profissional no liceu D. João III, em Coimbra, após o qual foi colocado no liceu da Horta. Aqui lecionou durante 36 anos, desde 1952/1953 até à sua aposentação em 1988/1989.

A par da docência de Português, Latim, Grego, Literatura, Geografia e História, o Dr. Tomás da Rosa exerceu uma importante influência no meio cultural faialense. Foi um homem de saber enciclopédico, que estudou para saber e para ensinar.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura