Centro de Artes Contemporâneas e Biblioteca Luís da Silva Ribeiro nomeados para o Prémio Secil Arquitetura

0
56
DR/Gacs

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, em S. Miguel, e a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, na Terceira, integram as 12 obras finalistas do XII Prémio Secil Arquitetura, atribuído pela Ordem dos Arquitetos.

O Prémio Secil Arquitetura é o mais importante concurso nacional nesta área, participando nesta edição obras que tenham sido concluídas durante os anos de 2012 e 2016 inclusive, da autoria de arquitetos inscritos como membros efetivos da Ordem dos Arquitetos.

O Arquipélago — Centro de Artes Contemporâneas, localizado na Ribeira Grande, é da autoria dos arquitetos João Mendes Ribeiro e ‘Menos é Mais’, de Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos, enquanto a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, é um trabalho da autoria da arquiteta Inês Lobo.

Estas duas obras vão ser visitadas no final do mês pelo júri do prémio, que é constituído pelos arquitetos José Neves, presidente do Júri e vencedor do PSA 2012, João Carlos dos Santos, subdiretor-geral da Direção-Geral do Património Cultural, Ricardo Carvalho, da Secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte, João Belo Rodeia, da Secil, e Manuel Correia Fernandes, da Ordem dos Arquitetos.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO