Centro Regional de Apoio ao Artesanato inaugura exposição “Residência Criativa 2019 em Cerâmica e Fibras Vegetais”, em Santa Maria

0
10
DR

A Vice-Presidência do Governo, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), inaugura sexta-feira, 10 de janeiro, pelas 18h00, a exposição “Residência Criativa 2019 – Cerâmica e Fibras Vegetais”, no polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria.

O projeto ‘Residência Criativa em Cerâmica e Fibras Vegetais’ visa desenvolver experiências que reforcem a interculturalidade e a criação de novos produtos baseados nos recursos naturais, associando a inovação e a tradição, apostando na troca de saberes e de técnicas entre os artesãos açorianos e cabo-verdianos.

Esta iniciativa de âmbito regional, desenvolvida em parceria com a GRATER, pretende, desta forma, contribuir para o desenvolvimento de projetos de inovação assentes nas artes e ofícios tradicionais mais emblemáticos das nove ilhas dos Açores.

O projeto tem como objetivo lançar no mercado produtos em que a componente artesanal seja significativa e, através da integração dos produtos na marca Artesanato dos Açores, criar sustentabilidade para o trabalho dos artesãos e atingir novos mercados para além dos tradicionais.

Esta foi uma residência em que se exploraram os recursos endógenos, como o vime, a folha de dragoeiro, a espadana, a palhinha e o barro de Santa Maria, tendo em vista valorizar as matérias primas locais e a sua utilização no artesanato.

Apesar de ser invulgar a junção de duas áreas tão diferentes como a olaria e as fibras vegetais, o CRAA quis desafiar os artesãos e os mentores convidados para a inovação.

Os sete artesãos que fizeram parte desta Residência foram Aida Bairos, Cristina Bairos e Marina Mendonça, de Santa Maria, Bento Silva, de São Miguel, Aurélia Rocha e Manuela Medeiros, da Terceira, e Luis Lopes, da ilha de Santo Antão, em Cabo Verde.

Sob a orientação de Kathi Stertzig e Álbio Nascimento, através da The Home Project Design Studio, surgiram peças de criação conjunta e com um enorme potencial económico, produzidas com materiais e técnicas típicas da Região e uma estética renovada.

O projeto ‘Craft & Art – Capacitar pela Inovação’ propõe uma abordagem formativa às atividades artesanais, baseada no desenvolvimento de competências de empreendedorismo e inovação, que permitam às unidades produtivas artesanais uma maior diversificação e diferenciação de produtos.

A exposição estará patente ao público até 10 de fevereiro, podendo ser visitada de terça-feira a domingo, das 09h30 às 17h00.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO