Comando Regional da PSP divulga resultados da operação “Segurança Ativa”

0
6

O comando Regional do Açores, levou a efeito em todo o arquipélago dos Açores, a operação “Segurança Ativa”, que decorreu no período de 24 horas contínuas, das 07H00 do dia 23 às 07H00 do dia 24 de setembro de 2016.

No âmbito desta operação, realizou 27 operações de fiscalização rodoviária e a estabelecimentos/segurança privada.

Segundo a mesma fonte, foram efetuadas sete detenções em cumprimento de mandado de detenção, por condução sem habilitação legal e agressão a Agente de Autoridade.

A PSP fiscalizou ainda 472 veículos e detetou “38 infrações, por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório do veículo, por falta inspeção periódica obrigatória do veículo, por condução sem fazer uso de acessório de segurança (cinto), por uso de telemóvel durante a condução de veículo e por condução sob a influência de álcool”. Neste campo, foram ainda detetadas “infrações por excesso de velocidade, por estacionamentos irregulares, falta de colete reflector, bem como de outras infrações ao código da estrada e legislação complementar, refere o comunicado”.

Nesta operação foram submetidos ao teste de controlo de álcool no sangue 221 condutores, sendo que 108 apresentaram uma taxa inferior a 0,2 g/l, 110 tinham uma taxa de 0,2 a 0,49 g/l, dois apresentavam uma taxa de 0,5 a 0,8 g/l e um uma taxa superior a 0,8 até 1,20;

De acordo com o Comando Regional do Açores, a PSP realizou ainda três apreensões de documentos e identificou quatro indivíduos, dos quais três por consumo de estupefacientes.

No campo da visibilidade foram realizadas 17 ações, nomeadamente, em zonas de concentração de pessoas, em nas zonas de acumulação de ocorrências criminais, em zonas de acumulação de incivilidades e de acumulação de tráfego e de acidentes, adianta o Comando Regional.

 

Subscreva a nossa assinatura.

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

Para mais informações TRIBUNADASILHAS@GMAIL.COM

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO