Conservação da natureza e proteção da biodiversidade são aspetos prioritários do Governo”, defende Alonso Miguel

0
29
DR/GACS
DR/GACS

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas defendeu que “a conservação da natureza e a proteção da biodiversidade são aspetos centrais e prioritários” para o Governo dos Açores.

Alonso Miguel falava durante uma visita de trabalho, no âmbito do LIFE IP AZORES NATURA, à Lagoa do Negro, inserida numa ação de monitorização ao respetivo projeto.

“Este é o primeiro projeto integrado em Portugal é o maior projeto de conservação de sempre agilizado para os Açores, referiu o governante, acrescentando que o mesmo tem a duração nove anos e que significa um investimento de cerca de 19,1 milhões de euros, com comparticipação de 60% por parte da União Europeia.

Segundo o Secretário Regional, o projeto “abrange todas as ilhas dos Açores, com áreas em mar e em terra, e tem por principal objetivo recuperar o estado de conservação 13 habitats e 24 espécies dos sítios que estão inseridos na Rede Natura 2000”.

O responsável pela pasta do ambiente defendeu ainda que o LIFE IP AZORES NATURA “é um projeto muito grande e muito interessante”.

“A conservação da natureza e a proteção da biodiversidade são aspetos centrais, são prioritários, mas requerem grandes investimentos e muito conhecimento técnico e científico” frisou.

Nesse sentido, concluiu Alonso Miguel, “projetos como o LIFE IP AZORES NATURA são fundamentais e são estratégicos para a Região Autónoma dos Açores”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO