Consulta da Dor no Hospital da Horta funciona desde 2010

0
10
A dor crónica é uma dor recorrente com duração igual ou superior a 3 meses que persiste para além do período normal de recuperação da lesão que lhe deu origem.
A maioria dos pacientes que apresentam algum tipo de dor crónica desconhece que pode recorrer a uma consulta específica para controlar e tratar o seu problema, onde encontra profissionais de saúde competentes em Medicina da Dor. 
A Consulta da Dor tem como objetivo compreender a origem do problema que motivou o recurso à consulta e tratar especificamente a sintomatologia dolorosa, melhorando a qualidade de vida dos doentes que muitas vezes se sentem incompreendidos, isolados e incapacitados. 
No Hospital da Horta a Consulta da Dor existe desde 2010. Segundo a responsável, Conceição Nascimento, em 2013 foram a esta consulta 234 pessoas, sendo que 56 ficaram pela primeira consulta e 178 prosseguiram.
A consulta da Dor do Hospital da Horta presta serviços e atos clínicos diferenciados a doentes de todos os grupos etários referenciados a esta consulta portadores de dor crónica (oncológica e não oncológica), tendo como referência a população da área de influência do Hospital.
Na Consulta da Dor o paciente tem acesso aos diferentes tratamentos disponíveis para o seu tipo de dor e redução do seu sofrimento, com ganhos a todos os níveis (qualidade de sono, apetite, relações humanas, capacidade de trabalho,…).
Ao controlar a dor previne-se a incapacidade e a deficiência, além de se prevenirem outros problemas físicos e psicológicos associados à dor. 
Atualmente, em Portugal, estima-se que a dor afete 36% da população, apresentando como causas mais comuns osteoartrose, lombalgia (dor de costas), cancro e artrite reumatóide. Alguns destes doentes apresentam dor de causa indeterminada mas, ainda assim, esta dor deve ser tratada. 
Ela é uma realidade que afeta com maior incidência nos grupos mais idosos e ambos os sexos, embora prevaleça no sexo feminino. 
Um problema com esta dimensão não pode ser negligenciado. Nesse sentido, foi criado em 1999, por despacho da Ministra da Saúde, o Dia Nacional de Luta Contra a Dor que se assinala a 15 de Outubro, a fim de sensibilizar a opinião pública e os diversos profissionais de saúde para a importância do controlo da Dor. Essencial ao combate desta epidemia tem sido a Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) promovendo diversas iniciativas por todo o País, mostrando que a dor não é uma obrigação, sendo o seu tratamento um dever dos profissionais de saúde e um direito humano.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO