Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico promove prova do seu leque de novos vinhos

0
40
DR

Lisboa, 29 de janeiro – Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (CVIP) promove amanhã, dia 30 de janeiro, pelas 15h30 uma apresentação de todos os seus novos vinhos, antes de se encontrarem disponíveis para o público em geral. Esta apresentação é dirigida aos representantes de restauração das Ilhas do Pico, Faial e São Jorge, tendo em vista a melhor preparação dos responsáveis por estes estabelecimentos, no que diz respeito ao modo como apresentam os vinhos aos seus consumidores.

A apresentação terá lugar na Cooperativa e será seguida de uma prova exclusiva, na qual estarão em destaque todos os novos vinhos, que se vão estrear no mercado em 2020, resultado da resiliência de uma equipa que se tem empenhado em fomentar o processo de produção do vinho, tornando-o cada vez mais uma referência de extrema qualidade.

Programa:

Prova novos Vinhos da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico

Local: Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico – Avenida Padre Nunes da Rosa 29, 9950-302 Madalena

 Dia 30 de janeiro, pelas 15h30

 

Sobre a Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (CVIP)

 

A Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (CVIP) nasce em 1949, pela mão de 21 fundadores. Após um período de preparação e organização, seguido de construção da sede, a Adega Cooperativa inicia a sua produção em 1961 com as castas nobres, Verdelho, Arinto e Terrantez do Pico. O primeiro vinho da CVIP, com o nome “Pico”, é lançado no mercado em 1965.

Surgiram alguns obstáculos à produção de vinhos do Pico, e num contexto de querer recuperar um passado que já fora de esplendor e glória surge a cooperativa do Pico na Madalena e, em 1972 tornou-se obvio que teria de se produzir vinho também a partir de uvas tintas e de castas americanas, por questões de rentabilidade, surgem assim novos vinhos que marcam também a história do Pico.

A entrada do enólogo Bernardo Cabral, em 2017, marca uma nova etapa na vida destes vinhos, pois são introduzidos os primeiros monocastas assumindo o terroir vulcânico dos vinhos do Pico.

Atualmente, a Cooperativa do Pico é liderada por Losménio Goulart que se tem preocupado em fomentar o processo de produção do vinho, tornando-o cada vez mais uma referência de muita qualidade.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO