COVID-19 – EDA adota medidas excecionais para período de crise

0
116
DR/EDA

A EDA, num comunicado enviado às redações, dá a conhecer as medidas que irá adotar neste período de crise, resultante da pandemia do COVID-19, para apoiar os seus clientes  e que vão ao encontro das orientações da ERSE- Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Assim, desde o dia 7 de abril de 2020, está a ser aplicada uma redução 3,02% nas tarifas de Baixa Tensão Normal (até 6,9 kVA, maioritariamente clientes domésticos).

Na tarifa social – Baixa Tensão Normal (equivalente a cerca de 1/3 da tarifa do cliente BTN), a redução média é de 3,89%. Já na de Baixa Tensão Especial – Pequenas Empresas, passou a ser aplicada a redução de 3,88%; e na de Média Tensão – Indústria e Serviços Média Dimensão a redução é agora de 4,65%.

Igualmente, avança a mesma fonte nesta data foram implementadas medidas adicionais de apoio às famílias e às empresas açorianas, nomeadamente, através de planos de pagamento sem juros, por um período de 6 a 12 prestações, com possibilidade de carência nos primeiros 120 dias para clientes Baixa Tensão Normal e para as atividades económicas encerradas (comércio e serviços), foi criada a possibilidade de redução adicional da fatura, por via da redução de potência até 2,3 kVA, ainda para o setor empresarial foi disponibilizado planos de pagamento até 6 meses sem juros, “fazendo dos Açores, para já, a única região a adotar esta medida”, revela ainda a EDA no documento.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO