CRISTAS de Presidente a Líder do CDS

0
15
TI

TI

Em fins da segunda semana de Março, realizou-se, no polivalente de Lamego, o 27.º Congresso Nacional do CDS, com a participação de cerca de 1500 militantes (a maioria) e convidados.
No primeiro dia (Sábado) os Centristas prestaram merecida homenagem ao Prof. Adriano Moreira, antigo líder e um dos Democrata-Cristãos mais ilustre.
Foi, deveras, um dos pontos altos da reunião magna do Partido, em que o homenageado deliciou a numerosa assistência com o seu verbo recheado de pensamentos esclarecedores e fazendo oportunas citações.
Aliás, dignos de uma inteligência impar, nos seus 95 anos de profícua vida.
E, respondendo à opinião dos que acham que o Partido abandonou seus princípios, avançou: “O CDS mantém a Democracia Cristã como eixo da roda”
A propósito elogiou Assunção Cristas, salientando o êxito alcançado na eleição para a Câmara Municipal de Lisboa em que o CDS passou de um para quatro vereadores, ficando em 2.º lugar e tirou a maioria ao PS.
A cerimónia terminou com a líder centrista a colocar medalha especial na lapela do Prof. Adriano Moreira.
Também ouvimos a intervenção de Nuno Melo, o n.º 2 e deputado europeu que vem mantendo apreciado apoio a Cristas que, recorde-se, só aceitou concorrer ao Cargo quando este preferiu continuar em Bruxelas.
Naturalmente, não perdi o ensejo de assistir à apresentação da Moção em que a líder pôs os presentes a par da política a seguir, de forma a que o CDS contribua na eleição dos Deputados necessários para a maioria de Direita no Parlamento.
E no seu discurso de encerramento Assunção Cristas, elegantemente vestida, apresentou uma bem elaborada síntese das intervenções no Sábado em especial à “Moção”, com a líder assaz convicta da subida do Partido, agora livre desse voto Útil que vinha sendo calcanhar de Aquiles.
Um discurso de meia hora, levando em conta as constantes interrupções pelos oportunos e vibrantes aplausos dos militantes e apoiantes de Cristas.
E com vivas ao CDS e a Portugal terminou o 27.º Congresso dos Centristas Democrata-Cristãos que constituiu, segundo ouvimos e concordamos, um autentico êxito.

Á MARGEM

Congressistas açorianos nos Órgãos Nacionais:

Mesa do Congresso: Luís Silveira, Presidente da C.P de São Jorge e da Câmara de Velas
Conselho Nacional: Felix Rodrigues, Pres. da C.P. de Angra.
Comissão Política: Artur Lima Pres. Regional e da C.P da Terceira (inerência) Graça Silveira (reeleita).
Senado: Rui Meireles, ex Pres. Regional e da C.P da Terceira.

DR

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO