Cristina Calisto enalteceu papel das CPCJ no encontro regional em água de pau

0
6
DR-CML

A Escola Básica e Integrada de água de pau foi palco do Encontro Regional de Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), realizado pelo Comissariado dos Açores para a Infância (CAI), que teve início ontem e decorre até ao dia 17. Esta iniciativa pretende dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelas CPCJ dos Açores e proporcionar às mesmas uma oportunidade de reflexão sobre a sua atuação no âmbito do sistema de promoção e proteção.

A presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, marcou presença na cerimónia de abertura do evento, onde também estiveram a Secretária Regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso, o Diretor Regional Paulo Fontes e a Presidente do Comissariado dos Açores para a Infância, Isabel Rodrigues.

Na ocasião, Cristina Calisto enalteceu “o papel primordial das CPCJ, no cumprimento de uma nobre missão que é ter crianças mais protegidas, mais defendidas e menos expostas a riscos”.

Segundo a edil lagoense o papel do município de Lagoa é colaborar nesta missão. Cabe às entidades públicas e sociais, proporcionar uma abordagem uniforme, definidora de papéis e responsabilidades, ágil na intervenção atempada e eficaz nos casos em que crianças e/ou jovens possam estar sujeitos a riscos.

Na cerimónia de abertura, a Secretária Regional Andreia Cardoso destacou “a evolução positiva que se tem registado nos últimos anos na área da defesa dos direitos das crianças, fruto do trabalho de proximidade que tem sido desenvolvido pelo Comissariado dos Açores para a Infância com as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ)”.

Como forma de assinalar o “Dia Internacional da Família”, celebrado a 15 de maio, o primeiro dia deste Encontro Regional foi dedicado às crianças e famílias, com uma atividade lúdico-pedagógica, em articulação com a Direção Regional da Solidariedade Social. Até sexta-feira decorrem, ainda, vários momentos de reflexão e workshops relacionados com o acompanhamento da tramitação processual e alterações ao sistema informático de gestão do processo de promoção e proteção da CPCJ.

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO