Cursos de Português para falantes de outras línguas contribuem para plena integração dos imigrantes

0
20
DR/C
DR/C

A Vice-Presidência do Governo Regional dos Açores, através do Diretor Regional das Comunidades, José Andrade, defende que os cidadãos estrangeiros que vivem na Região são uma mais valia para a sociedade açoriana, prestando um contributo importante para o seu desenvolvimento.

José Andrade falava no âmbito da cerimónia de entrega dos certificados aos formandos do Curso de Português para Falantes de Outras Línguas, que teve lugar na sede da AIPA – Associação dos Imigrantes no Açores na Terceira, entidade responsável pela formação ministrada nesta ilha em 2020.

“Vivem hoje nos Açores quase quatro mil cidadãos de cerca de 100 nacionalidades diferentes, que são uma mais valia para a sociedade açoriana. São parceiros do nosso desenvolvimento e são muito bem-vindos. Aliás, nem poderia ser de outra forma, porque também nós, açorianos, fomos e somos um povo emigrante”, afirmou.

O Diretor Regional referiu que “o primeiro desafio para uma plena integração é vencer a diferença da língua” e que, por esse motivo, é “importante promover estes cursos todos os anos”.

“Queremos que estes e outros cidadãos estrangeiros se sintam plenamente integrados na nossa terra, que, agora, é também a sua terra. Que contribuam, com a sua identidade, para sermos, cada vez mais, uma sociedade multicultural e intercultural”, salientou.

Durante a intervenção na sessão de entrega dos certificados, na qual marcaram também presença a Diretora Regional da Educação, Nídia Inácio, e o Vice-presidente da AIPA, Leoter Viegas, o Diretor Regional das Comunidades apelou ainda às entidades formadoras para que “proponham, até ao final deste mês, a candidatura de novos cursos” para 2021.

“Vale a pena continuar este esforço”, concluiu.

Para terça-feira, 23 de março, está agendada nova sessão de entrega de certificados, desta feita aos 10 formandos do curso promovido pelo Gabinete de Apoio a Migrantes da CRESAÇOR, na ilha de São Miguel.

Ao todo, em 2020 concluíram os dois cursos de português 23 imigrantes oriundos dos Estados Unidos da América, Canadá, Rússia, Alemanha, Ucrânia, Israel, Itália, Suíça, Argentina, África do Sul e Finlândia.

As candidaturas à próxima edição dos Cursos de Português para Falantes de Outras Línguas, a promover pela Vice-Presidência do Governo Regional, estão abertas até ao dia 31 de março, e destinam-se a entidades de natureza pública, privada ou cooperativa, assim como a estabelecimentos de ensino público na Região.

Regulamentados pela Portaria n.º 56/2014, de 19 e agosto, estes cursos visam contribuir para a plena integração dos cidadãos estrangeiros residentes nos Açores, através da sua valorização profissional e pessoal.

Com uma duração de 150 horas, em regime pós-laboral, os cursos permitem ao imigrante cumprir com os requisitos dos regimes para aquisição de nacionalidade portuguesa, concessão de autorização de residência permanente e estatuto de residência de longa duração, no que se refere à prova de conhecimento da língua portuguesa.

Promovidos desde 2013 pelo Governo dos Açores, através das direções regionais das Comunidades e da Educação, foram realizados até à data 19 cursos por entidades sediadas nas ilhas de São Miguel, Terceira, Pico, Faial e Flores, com um total de 380 formandos, de cerca de 50 nacionalidades, num investimento globalmente superior a 50 mil euros.

Mais informações sobre o Curso de Português para Falantes de Outras Línguas estão disponíveis em https://bit.ly/3bY7pfF.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO