Deputados PSD do Pico questionam Governo sobre “retrocesso” nos cuidados de saúde

0
8
DR/PSD
Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Pico questionaram hoje o Governo Regional sobre o facto da ilha já não contar com a presença física, 24 horas por dia, de um médico internista, o que constitui um “retrocesso” nos cuidados de saúde prestados.
“Esta decisão é um retrocesso nos cuidados de saúde disponíveis e prestados aos utentes da ilha do Pico, onde existem três centros de saúde com internamento”, afirmaram Marco Costa e Jorge Jorge.
Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, os parlamentares social-democratas salientaram que, a falta de um especialista de medicina interna em permanência na ilha prejudica os utentes.
“A presença física, em permanência, de um médico internista, permitia, desde agosto de 2015, o funcionamento de um serviço de urgência 24 horas por dia. Com esta decisão, a população do Pico fica pior servida na prestação de cuidados de saúde”, disseram.
Marco Costa e Jorge Jorge exigiram ao Governo Regional que esta decisão “seja revertida, a bem dos picoenses e da ilha do Pico”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO