Deputados do PSD Faial querem excluir Açores do acordo do comércio livre com a Tailândia

0
9

Os deputados do Partido Social Democrata do Faial, Jorge Costa Pereira e Luís Garcia reuniram na manhã de segunda-feira com a Associação de Pescadores do Atum e Similares dos Açores (APASA), para recolher opiniões sobre o acordo do comércio livre com a Tailândia cujas negociações se iniciaram em março p.p.

No final da reunião, em declarações ao Tribuna das Ilhas, Luís Garcia adiantou que a bancada laranja vai apresentar já na próxima sessão plenária, que tem início a 18 de junho, um projeto de resolução recomendando que a ALRAA se pronuncie a este respeito no sentido de que as conservas sejam excluídas do futuro acordo de comércio, “sob pena de ser colocada em causa a viabilidade futura da indústria de conservas de peixe em território europeu”.

O deputado do PSD Açores frisou que “o acordo em questão traz naturais preocupações para toda a indústria conserveira, onde se inclui naturalmente a dos Açores, uma vez que a Tailândia, mesmo com as atuais taxas aduaneiras, é o principal exportador de conservas de atum para a UE”.

“A indústria conserveira gera muitos postos de trabalho na Região, pelo que o avançar desse processo poderá ter um impacto muito negativo, pois significa o risco de se perder uma das nossas maiores exportações. É preciso, assim, alertar todas as autoridades nacionais e internacionais desse risco, pois pode-se estar a comprometer toda a viabilidade futura esse tipo de indústria, quer no espaço europeu como nos nossos Açores”, afirmou Luís Garcia.

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO