Dia da Região: Açorianidade e Autonomia exaltadas na Lagoa

0
58
blank
Dia da Região

Sessão solene evocativa do Dia da Região voltou a ser celebrada com pompa e circunstância. Santa Casa da Misericórdia da Horta e Filarmónica Lira e Progresso Feteirense receberam insígnias autonómicas.

A Lagoa, que este ano celebra os seus 500 anos de elevação a sede e concelho e 10 anos de cidade, acolheu a sessão solene do Dia da Região 2022.

No auditório do Nonagon – Parque de Ciência e Tecnologia, dia 6, José Manuel Bolieiro e Luís Garcia impuseram 26 insígnias honoríficas açorianas. Esta foi a retoma da normalidade nas celebrações do Dia da Região Autónoma dos Açores, após dois anos sendo assinalado de modo singelo, sem público, insígnias e o tradicional almoço com sopas de Espírito Santo por culpa dos condicionalismos impostos pela pandemia da covid19.

O presidente do Governo Regional dos Açores (GRA) considera, 46 anos depois da autonomia regional, haver “ muita coisa boa alcançada, mas há ainda tanto atraso, tantos desafios para vencer, tanta oportunidade para realizar, tantos açorianos para recuperar das suas dificuldades, que os fazem ficar para trás na nossa caminhada conjunta”.

Para o líder do executivo de coligação PSD / CDS-PP/ PPM importa ultrapassar desafios no campo da Educação, Qualificação Profissional, acesso a cuidados de saúde, combate à pobreza e ter uma economia produtiva de bens transacionáveis. “Desafios para vencer quanto à emergente e abrangente mudança de tempo e de gerações, como sejam as das novas literacias para as transições do digital, da energia, do climático e da sustentabilidade do desenvolvimento”; acrescentou ainda na sessão solene decorrida em São Miguel.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura