Diretor Regional das Comunidades participa no Congresso dos 400 anos da presença açoriana no Maranhão, no Brasil

0
8
DR

O Diretor Regional das Comunidades desloca-se ao Brasil para participar no “Congresso Internacional dos 400 anos da presença açoriana no Maranhão: história, cultura e identidade”, que decorre de 23 a 25 de outubro.

Paulo Teves está presente na sessão de abertura do congresso, que decorre em São Luis do Maranhão, sendo também o orador da conferência de abertura, subordinada ao tema ‘Casas dos Açores como portas para as relações internacionais’, no dia 23 de outubro.

Neste primeiro dia dos trabalhos também será formalizada a criação da Casa dos Açores do Maranhão.

A 25 de outubro, último dia dos trabalhos, o Diretor Regional integra uma das mesas do congresso, onde profere uma conferência sobre o Conselho da Diáspora Açoriana.

Esta iniciativa, que conta com a participação de 23 conferencistas oriundos do Brasil, Açores, Portugal continental e Bélgica, tem como objetivo assinalar os 400 anos de presença açoriana neste Estado do nordeste brasileiro.

Do programa constam diversas conferências, que vão abordar temáticas como a identidade, a história, o património, a literatura e as Casas dos Açores, promovendo assim o estreitar de relações entre o Maranhão e os Açores, e a preservação da Açorianidade e das suas manifestações culturais.

Em abril de 1619, o Maranhão recebeu duas centenas de casais açorianos, tendo, durante o século XVII, cerca de seis mil açorianos povoado o norte do Brasil, nomeadamente nas cidades de São Luis, Alcântara e Icatu, onde o tipo de casario, as festas juninas, o carnaval e a festa do Divino Espírito Santo constituem heranças culturais desse período.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO