É prematuro declarar fim da pandemia, alerta deputado do CDS-PP Açores

0
24
DR
DR

O deputado Pedro Pinto, do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, declarou nesta quinta-feira que “é prematuro declarar o fim da pandemia, como já se verifica em alguns países da Europa”.

Pedro Pinto entende que tal anúncio nesta altura “transmitiria, para a sociedade, sinais que
podem ter consequências muito graves”. “Devemos observar prudentemente a evolução da
pandemia”, alertou.

De acordo com o Estudo do Impacto da Pandemia COVID-19 nas Regiões Ultraperiféricas,
promovido pela Comissão Europeia, “a economia dos Açores está numa trajetória de
recuperação”, apesar das fragilidades decorrentes da nossa condição ultraperiférica, o que, nas palavras do deputado do CDS-PP, “nos deve estimular a continuar neste caminho”.

Pedro Pinto destacou ainda que “o plano de vacinação contra a COVID-19 nos Açores avança a bom ritmo”, o que “resulta do esforço dos governos, dos profissionais de saúde e dos açorianos que aderiram à vacinação e contribuíram de forma muito ativa para lutarmos contra esta pandemia”.

“Devemos ser conservadores quanto a declarar o fim da pandemia”, afirmou o deputado,
apelando a todos que se unam num esforço coletivo, “pois todos somos poucos para vencer esta pandemia”.