EDITORIAL

0
7
DR
DR

Portugal inteiro, no passado domingo, escolheu aqueles que virão a ser os seus governantes de proximidade nos quatro anos vindouros.
A nível nacional o PS continuará a ser, depois destas eleições, o maior partido autárquico: é o que tem maior número de câmaras e de freguesias, mas viu fragilizada a sua posição ao perder grandes e emblemáticas cidades como Lisboa, Porto, Coimbra, Figueira da Foz e, mesmo, Funchal.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

efesa do Faial e dos Faialenses!

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO