Eleições Europeias 2019: Andreia Vasconcelos considera o mar um pilar estratégico do nosso desenvolvimento

0
14

Andreia Vasconcelos, candidata do CDS ao Parlamento Europeu, visitou, esta quinta-feira, o Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) e o Centro de Investigação Okeanos, na ilha do Faial, onde defendeu que “as nossas políticas públicas devem olhar para a economia do mar como um desígnio regional, nacional e europeu”, realçando a necessidade de “investir no conhecimento e desenvolvimento científico e tecnológico” e de “apostar em verdadeira políticas de investigação, inventariação e proteção dos nossos recursos marinhos”.

Segundo Andreia Vasconcelos, “temos no nosso mar um dos nossos principais recursos e ativos. É vital para o nosso futuro que o saibamos proteger e gerir. É necessário atentar na investigação, promovendo o conhecimento para que seja possível acautelar o futuro e defender a sua gestão sustentável”.

“Os Açores contribuem decisivamente para que Portugal tenha uma das maiores zonas marítimas da União Europeia e do mundo. Para podermos ter um desenvolvimento económico sustentável devemos valorizar o nosso mar, e para isso temos de o conhecer e explorar, saber quais as suas riquezas e os recursos disponíveis. Neste sentido, o Departamento de Oceanografia e Pescas tem um papel determinante”, afirmou.

Para a candidata do CDS, é lamentável que “a dois anos do fim deste quadro comunitário, ainda só esteja executado 17% das verbas a que temos direito do Programa Operacional Mar 2020”.

Andreia Vasconcelos realçou que é necessária a “valorização dos profissionais do Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP), de modo a que possam ter condições para desenvolverem o seu trabalho de investigação e construção de conhecimento acerca do nosso mar” que, segundo a candidata, é “um pilar estratégico do nosso desenvolvimento”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO