Eleições Legislativas – Apresentação de contas ao eleitorado marca o arranque da campanha da CDU

0
24
O primeiro candidato da CDU/Açores às legislativas, Aníbal Pires, deu, na tarde de ontem, na Horta, o arranque à campanha eleitoral, com a prestação de contas aos cidadãos.
O candidato quis apresentar ao eleitorado o trabalho feito nos últimos 4 anos e enumerou algumas das iniciativas que a CDU apresentou e viu aprovadas em diversas áreas como educação, saúde, acção social direitos dos trabalhadores ou regulamentação da publicidade institucional.
Falando ainda das iniciativas apresentadas, Aníbal Pires recordou a atribuição de um subsídio equivalente ao subsídio de almoço para o programa Estagiar L ou o Centro de Aditologia, que entrou em funcionamento há poucos dias. “Interviemos sobre diversos aspectos da vida regional, tendo como preocupação central as questões de dimensão regional mas dando também muita atenção aos problemas de cada uma das ilhas dos Açores”, salientou o candidato. O aumento do salário mínimo regional foi outra das propostas apresentadas por esta representação paramentar, inviabilizada pela maioria. 
No entender deste candidato, as propostas do PCP aprovadas na presente legislatura “contribuíram de algum modo para que na Região fossem introduzidos alguns factores que melhoram a condição de vida das pessoas”. “Foi essa a nossa preocupação”, refere.
A apresentação de contas do trabalho realizado, no entender do político, é de extrema importância na medida em que mostra aos eleitores o que tem sido feito: “estivemos em sua representação e as pessoas têm o direito de saber o que é que foi feito. Mais que propostas para o futuro, estamos a prestar contas”, afirmou Pires.
blank
No entanto, e no que ao programa da campanha eleitoral do PCP diz respeito, Pires afirma que “a adequação da lei dos contratos de trabalho nas pescas ou a criação de uma escola de pescas” são algumas das suas prioridades.
Também a adequação à realidade Regional do Código Laboral, as situações do Estagiar L e a criação de uma Comissão Regional para a certificação dos manuais escolares são iniciativas que a CDU tem vindo a anunciar.
Questionado sobre os seus objectivos eleitorais, o candidato – actualmente único representante do PCP na Assembleia Regional – afirma que o que se pretende é eleger mais deputados para transformar a representação parlamentar num grupo parlamentar.  
Aníbal Pires revelou ainda que a CDU está “em fase de construção quer dos programas eleitorais de ilha quer das candidaturas em todas os círculos eleitorais, portanto ainda este mês, possivelmente, são anunciados alguns cabeças de lista”. No entanto a sua grande preocupação neste momento “é o envolver os cidadãos nas candidaturas da CDU”.
Para Pires é importante acabar com a característica “bipolar” que sempre caracterizou as eleições na Região, ditando a alternância no poder de PS e PSD, pelo que está decido em mostrar ao eleitorado que “há alternativas”. 
O candidato entende que é preciso “mudar para um quadro parlamentar sem maioria absoluta e em que a presença da CDU saia reforçada”, já que “pode contribuir para um novo projecto político para a Região Autónoma dos Açores”.