Eleições Regionais – Carlos Ferreira acusa Carlos César e Ana Luís de iludirem os faialenses sobre o aeroporto da Horta

0
11
DR/PSD
DR/PSD

O cabeça de lista do PSD às eleições regionais acusou o presidente honorário do PS/Açores e a cabeça de lista do Partido Socialista pelo Faial de iludirem os faialenses quanto à ampliação da pista do aeroporto da Horta, na sequência das declarações que ambos prestaram esta semana sobre o assunto.
As críticas foram realizadas no âmbito da conferência de imprensa de balanço da campanha da candidatura social-democrata, e Carlos Ferreira afirma mesmo que “Carlos César ofende a inteligência dos faialenses sempre que vem ao Faial falar do aeroporto da Horta”.
O candidato social-democrata lembra que em 2004, “foi o próprio Carlos César, então Presidente do Governo e de novo candidato nas eleições regionais desse ano, que prometeu ampliar a pista do aeroporto da Horta se a República não o fizesse”, considerando que “é irónico Carlos César dizer que a ampliação do aeroporto da Horta é uma aspiração muito antiga também dos políticos como ele, porque prometeu fazê-lo, ganhou eleições com essa promessa, e não a cumpriu”.
Quanto à cabeça de lista do PS, Carlos Ferreira diz que as suas declarações junto de Carlos César, divulgadas em nota do partido, só podem resultar de uma “enorme infelicidade”.
“Em primeiro lugar, porque apenas pede à ANA que faça a obra, e nada pede ao Governo da República ou à Região; em segundo lugar, porque em 2012, num comício antes das eleições, já na altura como cabeça de lista do Partido Socialista, também afirmou que lutaria pela ampliação da pista do aeroporto e nestes 8 anos não se ouviu a sua voz a lutar por este investimento”, refere.
“E em terceiro lugar, e mais grave, porque a cabeça de lista do Partido Socialista do Faial votou sempre contra a inclusão no Orçamento da Região de uma verba para a elaboração do projeto de ampliação da pista do aeroporto da Horta, proposta pelos deputados do PSD em todos os orçamentos desta legislatura”, afirma Carlos Ferreira.
Para a candidatura do PSD/Açores pelo círculo do Faial, a solução para concretizar a ampliação da pista do aeroporto da Horta é uma parceria entre a República, a ANA e a Região, com candidatura a fundos comunitários.

PSD apela por reforço do quadro de pessoal na educação e na saúde

No âmbito da campanha eleitoral, a candidatura do PSD pelo círculo eleitoral do Faial, defendeu “o reforço do quadro de pessoal das escolas e do setor da saúde”. De acordo com a nota de imprensa do partido, a questão foi discutida numa reunião com o Sindicato da Administração Pública (SINTAP Açores), Seção Regional da Horta.
Nessa ocasião, Carlos Ferreira lembrou “a falta de funcionários na saúde e na educação já se manifestava antes da pandemia, mas a situação agravou-se”, sublinhando que “se há necessidade permanente, devem ser abertas vagas para integrar funcionários no quadro”.
“Os programas ocupacionais ou programas de emprego podem ser úteis em determinadas situações, mas não podem ser usados pela administração pública para suprir necessidades permanentes a baixo custo, nem para mascarar a verdadeira situação do desemprego na Região”, disse o social democrata.
Carlos Ferreira apelou ainda ao “rejuvenescimento dos quadros da administração pública como forma de ajudar a fixar jovens na nossa ilha”.

PSD/Faial reuniu com a comunicação social e apresentou propostas

A rumar para as eleições legislativas regionais do próximo dia 25 de outubro, o candidato Carlos Ferreira, do Partido Social Democrata (PSD) no Faial, reuniu com o semanário Tribuna das Ilhas, com o diário Incentivo e com a delegação da RTP/Açores na ilha, tendo apresentado algumas propostas para a comunicação social.
O cabeça de lista do PSD/Faial começou por destacar a importância da criação de um “regime de apoio financeiro transparente, previsível e regular à comunicação social dos Açores”.
“A comunicação social privada exerce uma verdadeira missão de interesse público”, reforçou o candidato, que aproveitou ainda para garantir que o compromisso do presidente do PSD/Açores, passa por “afetar anualmente um milhão de euros aos programas de apoio à comunicação social privada”.
Sobre este assunto, Carlos Ferreira adiantou também que “o programa de governo do PSD/Açores prevê ainda enquadrar nas ajudas públicas, os investimentos que complementam a dimensão multimédia dos produtos informativos e majorar os apoios à difusão, nomeadamente os que fazem recurso às plataformas digitais”.
Na prática, “para a comunicação social pública o PSD pretende alocar anualmente uma verba nunca inferior a 15% da consignada à comunicação social privada”, salientou o social democrata a este respeito, acrescentando que a verba será “destinada a investimentos de natureza estratégica, individuais ou comuns, para a prestação do serviço público de rádio e televisão nos Açores e da cobertura informativa a cargo da agência de notícias pública”.
“A comunicação social é uma parceira para informação e formação de uma opinião pública qualificada e tem de ser valorizada para salvaguardar a sua independência”, frisou Carlos Ferreira.
Neste âmbito, a candidatura do PSD apresentou à delegação da RTP do Faial, a proposta do PSD de criar no futuro Quadro Comunitário “uma linha de financiamento destinada à modernização e expansão das estruturas de produção e rede de difusão da RTP nos Açores”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO