Em Dia Mundial dos Oceanos

0
14

(…) Em Dia Mundial dos Oceanos, o meu desejo é que o espírito que tomou conta dos Açores enquanto Entre-Mares se celebrou se prolongue pelo resto do ano. Desta forma discreta, empenhada e consequente, em que as pessoas vão pensando no gigante azul que ali está ao lado como um ser sensível, fascinante, útil e gerador de atividades que podem dar lucro e, ao mesmo tempo, preencher-nos enquanto homens e aventureiros.

No nosso mar há muitos mais poemas por escrever do que aqueles que já sobre ele foram escritos e há muito mais regatas para partir do que aquelas que já terminaram. Esta abordagem serve para todas as temáticas marinhas e marítimas, desde a ciência à economia.

Que a postura participativa e dinâmica do Entre-Mares se estenda dos milhares de pessoas que participaram a todos os cidadãos açorianos. Haja imaginação e empenho e o Mar dos Açores ainda terá muitas surpresas para nos mostrar…

Governo, Autarquias, Associações Não-Governamentais, Autoridade Marítima, Escolas de todos os graus e tipos de ensino, assumiram numas atividades o papel de organizadores, noutras de colaboradores, noutras de apoiantes e noutras ainda de participantes. Foi, mais uma vez, um período enriquecedor e que nos deixa já cheios de saudades do ano que vem.

Leia este artigo na íntegra na edição impressa do Tribuna das Ilhas de 08.06.2012 ou subscreva a assinatura digital do seu semanário