Encerramento de serviços de finanças nos Açores – PS acusa República de desresponsabilização

0
11

 

O presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores anunciou hoje, que a bancada socialista vai entregar na Assembleia Legislativa Regional uma proposta de pronúncia contra o encerramento de 13 serviços de finanças nos Açores.

Esta é uma situação, no entender do líder parlamentar, “inaceitável” e que “merece grande preocupação” na medida em que “penaliza os cidadãos e contribui para a degradação de um serviço público essencial que cabe ao Estado assegurar”.

Messias entende que, se o Governo da República mantiver a intenção de encerrar estes 13 serviços de Finanças, haverá ilhas que deixarão de ter este serviço, considerando esta medida “reveladora de ausência de bom senso político e de desconhecimento da realidade do país”. 

Berto Messias entende que esta é mais uma estratégia de “desresponsabilização” do Governo da República que “está empenhado e exportar o défice público para o Governo Regional. “Há uma vontade de asfixiar os Açores” – sublinha o líder do PS na ALRAA.

Berto Messias espera que esta iniciativa venha a merecer um amplo consenso na Assembleia Legislativa dos Açores e apelou às restantes forças partidárias que dêem o seu apoio. “Esta é uma matéria essencial que, no nosso entendimento, deverá estar acima das querelas partidárias. Por isso, apelamos a todos os partidos políticos para que se juntem ao PS na tomada de uma posição política no parlamento contra esta medida”, terminou.

Recorde-se que os deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelos Açores já tinham apresentado um requerimento a questionar a ministra da tutela sobre este encerramento.

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO