Encontros de Porto Pim 2010 arrancam com a identificação das esculturas “Entre Montes”

0
8

Durante cerca de 8 dias decorrem no “Centro do Mar”, antiga Fábrica da Baleia, os Encontros de Porto Pim 2010. Este evento envolve um conjunto de actividades artísticas, culturais, desportivas, náuticas e ambientais que partem de uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal da Horta, da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, do Observatório do Mar dos Açores, entre outros.

A inauguração da sinalética do Parque de Esculturas “Entre Montes”, no próximo domingo, marca o arranque do programa destes Encontros de Porto Pim, que prossegue até ao dia 20.

Do programa consta a realização de um workshop de Reciclagem, e a acção ambiental “Vem plantar uma endémica”, bem como percursos pedestres, construções na areia, vela, canoagem, concurso de pintura e documentários.  

A música e o teatro também não vão faltar. Após a sessão de abertura, haverá um espectáculo de dança, e no sábado a artista faialense Renatah Rodrigues sobe ao palco. No domingo o Grupo de Teatro “Montanha Russa” apresentará uma peça na Praia do Porto Pim.

Estes Encontros terminam com o Duatlo “Açoreana de Seguros”.

Um dos pontos altos destes do evento passa pela exibição do Documentário da RTP/Açores “Porto Pim, antes e depois do Homem”, que dará o mote para uma tertúlia, após a apresentação do filme.

Na conferência de apresentação do programa dos Encontros de Porto Pim 2010, que decorreu ao início da tarde de ontem na Rampa do Centro do Mar – Antiga Fábrica da Baleia, um monumento histórico do Faial, Rui Santos, vereador da Câmara Municipal da Horta, referiu que “os Encontros de Porto Pim, pela história que têm, pelo seu passado, apresentam-se como uma actividade importante em que a CMH deve estar presente e que deve apoiar”.

O vereador lembrou que até agora a autarquia tem participado como parceira nestes Encontros, no entanto este ano juntou-se ao OMA e à SRAM na qualidade de organizadora. 

Na edição deste ano, a organização pretendeu uma abrangência maior, por isso convidou outros parceiros, como a Associação de Desportos do Faial, o Clube Naval da Horta, a RTP/Açores e a Junta de Freguesia das Angústias, ficando os mesmos responsáveis pela organização de algumas das actividades que constam no programa.

Presente nesta conferência esteve também José Nuno Pereira, representante do OMA, que se mostrou bastante satisfeito com mais esta realização dos Encontros de Porto Pim e com a grande diversidade de actividades apresentadas. “É com agrado que participamos mais este ano na organização destes Encontros, que resultam de uma sinergia entres estas três principais entidades, que se tem vindo a alargar e que pelos vistos ainda se vai alargar a mais entidades, o que nos parece bastante positivo”, referiu.  

A representar a SRAM esteve João Melo, que falou da participação desta Secretaria nestes Encontros com o objectivo de sensibilizar e educar para o Ambiente. “Este evento insere-se numa política de sensibilização e educação ambiental, daí que a nossa participação seja essencialmente nessa óptica, que são os percursos pedestres, a flora e fauna do Monte da Guia e a plantação das endémicas”, disse, salientando que, de facto, a Educação e a Sensibilização Ambiental compõem “um dos pilares fundamentais” da acção da SRAM.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO