Europa: Quo vadis?

0
24
Pedro Neves
Pedro Neves

Acabou por ora a ilusão do cidadão do Mundo onde nacionalidades e culturas e crenças poderiam conviver em paz. O Mundo fragmentou-se, como acontece ciclicamente e o Ocidente não está isento de responsabilidades ao querer impor os seus valores a sociedades com culturas diferentes, às vezes com uma intolerável arrogância e outras mesmo pela força das armas.

A queda do muro de Berlin em 1989 abriu supostamente a porta a um Mundo militarmente mais desanuviado e com a possibilidade ímpar de viver em paz e em desenvolvimento, dando um novo alento ao ecléctico espírito da globalização. Uma falácia.

Um dos instrumentos alvo da globalização eram as trocas comerciais. O General Agreement on Tariffs and Trad, criado já em 1948, antecedeu a Organização Mundial do Comércio, fundada em 1995, a que a China aderiu em 1999. Desde o ano 2000 os números até hoje são inequívocos.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura