Federação Agrícola dos Açores – Manutenção das taxas de cofinanciamento contribui para a coesão económica e social

0
7

A Federação Agrícola dos Açores (FAA) mostrou-se agradada com a manutenção das taxas de cofinanciamento nas Regiões ultraperiféricas, avançando que essa decisão de manutenção de cofinanciamento de 85% dos fundos comunitários para as Regiões ultraperiféricas, “é o reconhecimento da importância destes territórios na União Europeia”, e “contribui para a coesão económica e social da Região”.

“Esta sempre foi uma reivindicação da Federação Agrícola dos Açores”, referiu a entidade acrescentando a este respeito que “atendendo às especificidades da Região, não fazia sentido a proposta inicial de taxa de cofinanciamento de 70% dos fundos comunitários na Região, nomeadamente, do desenvolvimento rural”.

A FAA considerou ainda que “tem desenvolvido um trabalho persistente e contínuo junto das várias Instituições da União Europeia”, do mesmo modo que está “em sintonia com o Governo dos Açores e com o Governo da República”, pelo que se trata de uma decisão justa e vem de encontro às pretensões dos Agricultores Açorianos.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO